Maps

No exemplo, ônibus está "no horário"

Belo Horizonte é uma das 200 cidades no mundo escolhidas para ter acesso a dois novos recursos do Google que auxiliam os usuários do transporte público a saberem se um ônibus ou metrô irá atrasar ou se o próximo veículo está lotado. 

A novidade foi anunciada na quinta-feira (27) pela empresa e já está funcionando. As novas ferramentas estão inseridas no aplicativo Google Maps, em dispositivos com os sistemas operacionais Android, do próprio Google, e iOS, da Apple.

O objetivo dos novos recursos é ajudar o usuário a não se atrasar, auxiliando-o a se programar para pegar a primeira ou esperar pela próxima condução. 

Como funciona?

A partir de dados da própria rede de usuários conectados ao aplicativo naquele momento, o Google consegue afirmar se um coletivo escolhido está cheio ou mais vazio. Além disso, traz informações se a linha programada para chegar ao ponto em determinado momento está pontual ou atrasada.

Ambos os recursos funcionam em tempo real. Assim sendo, caso haja registro de tráfego lento ou mais intenso que o normal, o próprio app calcula quanto tempo o ônibus levará para chegar.