O arcebispo metropolitano de Belo Horizonte, dom Walmor Oliveira de Azevedo, foi eleito nesta segunda-feira (06) presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). A votação ocorreu na cidade de Aparecida do Norte, em São Paulo, durante a realização a 57ª Assembleia Geral da CNBB. O religioso vai suceder o arcebispo de Brasília (DF), cardeal Sérgio da Rocha, pelos próximos 4 anos.

A cerimônia de posse acontece na próxima sexta-feira (10).

Nascido em Cocos, no interior da Bahia, Dom Walmor Oliveira de Azevedo é doutor em Teologia Bíblica pela Pontifícia Universidade Gregoriana (Roma, Itália) e mestre em Ciências Bíblicas pelo Pontifício Instituto Bíblico (Roma, Itália). Cursou Filosofia no Seminário Arquidiocesano Santo Antônio (1972-1973), em Juiz de Fora (MG), e na Faculdade Dom Bosco de Filosofia, Ciências e Letras (1974-1975), em São João Del-Rei (MG). De 1974 a 1977, cursou Teologia no Seminário Arquidiocesano Santo Antônio, em Juiz de Fora. 

O Arcebispo foi pároco da Paróquia Nossa Senhora da Conceição de Benfica e da Paróquia do Bom Pastor, na Arquidiocese de Juiz de Fora; coordenador da Região Pastoral Nossa Senhora de Lourdes; coordenador Arquidiocesano da Pastoral Vocacional e reitor do Seminário Arquidiocesano Santo Antônio. 

No campo acadêmico, lecionou as disciplinas Ciências Bíblicas, Teologia e Lógica II; coordenou os cursos de Filosofia e Teologia. Foi professor da Universidade Federal de Juiz de Fora (1987-1998) e da PUC Minas, em Belo Horizonte (1986-1990). Lecionou no mestrado em Teologia da PUC Rio (1992, 1994 e 1995).

Dom Walmor foi nomeado para bispo auxiliar da Arquidiocese de Salvador por São João Paulo II e à ordenação episcopal, pela imposição das mãos do cardeal dom Frei Lucas Moreira Neves, no dia 10 de maio de 1998. Seis anos depois foi nomeado Arcebispo Metropolitano de Belo Horizonte por São João Paulo II. 

Em outubro de 2008, foi escolhido para ser um dos quatro representantes do Brasil na XII Assembleia Geral Ordinária do Sínodo dos Bispos, realizada em Roma. Em 2014 passa a integrar a Congregação para as Igrejas Orientais. Nomeado pelo Papa Bento XVI, dom Walmor também é membro da Congregação para a Doutrina da Fé, desde 2009.

Na Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, ele presidiu a Comissão para a Doutrina da Fé durante os exercícios 2003 a 2007 e de 2007 a 2011, com importante contribuição na nova tradução da Bíblia da CNBB. Também exerceu a presidência do Regional Leste II da CNBB – Minas Gerais e Espírito Santo.