Uma legítima cidade do interior bem no centro da capital mineira. Sob esse cenário, especialmente montado para a 36ª edição do Arraial de Belô, começou nessa quinta-feira (17) a festa que resgata as tradições juninas de Minas Gerais. A novidade deste ano é o novo formato do evento. As apresentações dos conjuntos que integram o grupo especial serão intercaladas com as danças do grupo de acesso e das equipes do festival estadual de quadrilhas.
 
Até 27 de julho, data de encerramento da programação, o público poderá curtir a música, a arte e os figurinos dos 45 grupos que disputam a preferência dos jurados. Eles serão avaliados em cinco quesitos: conjunto, coreografia, caracterização, marcador e casal de noivos. O resultado só sairá em 29 de julho.
 
Público
 
Cerca de 70 mil pessoas devem passar pelo local para prestigiar a iniciativa, calcula o diretor de Operações e Eventos da Belotur, Carlos Damasceno. “É um evento já consolidado em Belo Horizonte e com público cativo”.
 
Para quem não quer perder esse espetáculo junino, uma boa notícia: todos os shows são gratuitos. A retirada dos ingressos deverá ser feita no Mercado das Flores, na rua da Bahia esquina com a avenida Afonso Pena. Com documento de identidade ou CPF em mãos, cada pessoa poderá retirar até quatro ingressos.
 
Shows
 
Além das apresentações, o público também poderá assistir a shows de bandas como Trio Montanha e da dupla Alex e Thiago, ou se divertir com brincadeiras com touro mecânico, barraquinha de pescaria, correio elegante e cabines de fotografia estilizadas, diversões típicas da festa de São João. A agenda completa está no www.belohorizonte.mg.gov.br.