Três suspeitos de assalto foram presos na tarde deste sábado (5), no Centro de Belo Horizonte, depois de tentar fazer uma policial civil como vítima. O plano era simular um caso de agressão contra mulher para que a vítima parasse o veículo, mas os autores não conseguiram ir em frente quando a motorista se identificou como policial.

De acordo com o boletim de ocorrência, uma mulher de 46 anos parou o carro na avenida do Contorno, na altura do número 777, dizendo que estava fugindo de dois homens que haviam a agredido. A mulher pediu para entrar no carro, mas logo um homem, de 38 anos, fez menção de que ia entrar no veículo.

Nesse momento, o assalto foi anunciado, mas o homem foi impedido de entrar por um rapaz que estava no banco de trás do veículo. No momento em que a motorista disse “sou polícia”, o homem fugiu, assim como seu comparsa.

A mulher, no entanto, ficou dentro do veículo. Ela tinha uma faca dentro da bolsa, mas foi alertada pela motorista que, se enfiasse a mão dentro do compartimento, teria de lidar com as consequências.

A policial civil, que estava acompanhada do companheiro e do enteado, conseguiu acionar a Polícia Militar, que logo localizou os dois suspeitos. Pelo sistema, foi verificado que o casal (a mulher de 46 anos e o homem de 38) já tinham agido com o mesmo modus operandi em outras duas situações, no Centro de BH. O caso foi encerrado na Ceflan 2.