Dois homens foram presos na manhã deste domingo (30), após um assalto seguido de perseguição policial, troca de tiros e uma batida de carro, no bairro Mangabeiras, na zona Sul de Belo Horizonte.

Durante a madrugada, João Paulo Durão da Cunha, 29 anos, chegava em casa no seu carro, acompanhado por três amigos, quando foi abordado na garragem por três homens, que estariam num Aircross.

João Paulo foi agredido com coronhadas na cabeça e o vigia da rua foi coibido de chamar a polícia pelos assaltantes, que afirmaram que, caso isso acontecesse, atirariam no rapaz.

Os assaltantes chegaram a efetuar um disparo para o alto para intimidar as vítimas e passaram a pedir dinheiro a João Paulo, que afirmou não ter nada para repassar aos bandidos. Furiosos, eles jogaram o rapaz no chão e proferiram uma série de chutes.

Um dos amigos do jovem, Paulo Raic Muniz, 39 anos, conseguiu se jogar debaixo de um dos carros da garagem da casa e chamou a polícia sem que os bandidos percebessem.

Os assaltantes colocaram João Paulo na parte de trás da caminhonete do jovem e saíram para a rua no carro, sendo surpreendidos pela chegada da polícia. Houve troca de tiros, a caminhonete colidiu com a viatura da polícia e, na sequência, atingiu um poste.

João Paulo conseguiu sair do carro, caminhando cambaleante pela rua, com os sangramentos na cabeça, e foi socorrido no Hospital João XXIII. Os dois homens que estavam na caminhonete foram presos, mas o terceiro envolvido, que dirigia o Aircross, está foragido.

Além da arma, a polícia apreendeu um celular com a dupla, que foi recolhido para perícia. Ninguém se feriu com o tiroteio.