Esta quinta-feira (30) é o último dia para a retirada das cestás básicas distribuídas pela Prefeitura de Belo Horizonte (PBH) nas redes de supermercados da capital. Quem não buscar, não terá direito a pegar duas no mês seguinte.

De acordo com a PBH, são 380 mil kits, sendo 142 mil para a educação e 238 mil destinadas a famílias vulneráveis. A distribuição para esse grupo começou no dia 9 de abril.

A segunda consulta online com informações de retirada do mês de maio já foi liberada pela prefeitura (clique aqui para consultar).

Ao todo, 160 lojas de quatro redes parceiras fazem a distribuição das cestas básicas, levando em consideração a proximidade do endereço informado no momento do cadastro.

Esse auxílio é uma medida adotada pela PBH para atenuar os efeitos da paralisação de atividades em função da pandemia do novo coronavírus.

Confira abaixo os grupos beneficiários que podem retirar as cestas:

• Famílias moradoras de Belo Horizonte com renda familiar de até meio salário mínimo cadastradas no cadúnico até o dia 31/01/2020;

• Trabalhadores ambulantes licenciados e camelôs com deficiência licenciados que atuam nas ruas da capital, camelôs integrantes da operação urbana do hipercentro, engraxates e lavadores de carros licenciados, trabalhadores em shoppings licenciados integrantes da operação urbana;

• Catadores de materiais recicláveis cooperados da SLU, da Ancat e que se cadastraram para atuar no carnaval;

• Beneficiários do programa bolsa moradia;

• Agricultores urbanos;

• Estudantes da educação de jovens e adultos (EJA) que não acessaram a cesta pelos cadastros anteriores;

• Famílias residentes em aglomerados (vilas e favelas) e ocupações, mas que não estão nos cadastros anteriores e integram o sistema do Sistema Único de Saúde;

• Público com medidas protetivas;

• Permissionários do serviço de transporte suplementar;

• Transportadores escolares.

• Carroceiros .

• Estudantes da rede municipal de ensino.