O coletivo de música eletrônica MASTERp la n o confirmou, em sua página no Facebook, a apresentação deste sábado (2) na casa de shows Hangar 677, casa onde o fisiculturista Allan Portello, de 25 anos, morreu nesta madrugada.

Além de lamentar o episódio em que, na versão de amigos da vítima os seguranças da casa o teriam agredido, o grupo explicou que tomou medidas preventivas de segurança e abriu um canal no Whatsapp para eventuais problemas.

Dizendo-se trists e chocado com o ocorrido, o MASTERp la n o destacou que, “nos últimos dois anos de existência temos procurado fazer uma festa em que todos se sintam seguros e livres e é um aprendizado constante”.

Preocupação que, prossegue a mensagem, “levou a remontar a nossa equipe de seguranças, agora quase inteiramente feminina, a abrir o diálogo sobre redução de danos, a abrir um canal de denúncias durante a festa (...)”.

Observam ainda que “nenhuma equipe de seguranças está preparada para lidar com pessoas sob efeitos fortes de substâncias, a polícia militar não está preparada, muitas vezes nem a produção ou o público”.

A menção à questão do uso de drogas deve-se possivelmente à versão dos seguranças da Hangar 677, em que Allan teria sido flagrado com cocaína no banheiro e, ao tentar fugir, sofrido um ataque cardíaco.

“Qualquer pessoa que se sinta mal, deslocada, ou ameaçada de alguma forma, por outras pessoas ou pelos seus próprios pensamentos, pode nos procurar pelo grupo aberto no Whatsapp, essa pessoa será encaminhada a um local seguro, até que se sinta bem”, avisam.

O coletivo também solicitou o aumento no número de mulheres na segurança, para que o público trans possa escolher por quem seria revistado. Também pediram para que os seguranças não ficassem presentes nos banheiros.

A apresentação acontece dentro do projeto “Kubik”, uma mistura de instalação artística com clube de música eletrônica. Projeto alemão idealizado pela Balestra Berlin, já passou por 30 cidades no mundo. 

A reportagem do Hoje em Dia tentou contato com os responsáveis pela boate, mas até o momento nenhum representante foi localizado.

Leia mais:

Jovem fisiculturista morre em boate de BH durante a madrugada

Família de jovem morto em boate durante a madrugada exige justiça

Internautas protestam em página de boate após morte de fisiculturista