Um homem de 50 anos foi detido no domingo (27), suspeito de ter estuprado a neta de 1 ano, em Juiz de Fora, na Zona da Mata. A avó da vítima quem desconfiou de que a criança teria sido violentada e a levou à Unidade de Pronto Antedimento (UPA), onde a polícia foi acionada.

De acordo com a Polícia Militar (PM), uma viatura compareceu à UPA da região Norte da cidade, onde a avó da criança
relatou que costumava cuidar da criança e que no dia anterior, por volta de 20h30, teria saído para ir à casa de uma vizinha buscar um xarope infantil, se ausentando por cerca de 15 minutos. Nesse tempo, a menina ficou com o avô.


Ao retornar para a residência, a mulher notou a criança inquieta, ela buscava colo incessantemente. A mamadeira ela tomou apenas uma pequena quantidade, segundo a avó. Ao colocar a criança na cama de casal junto dos avós, ela teria ficado muito nervosa.
 
A avó notou que a criança estava com a fralda bamba, diferente da forma como ela havia deixado anteriormente, mas não conseguiu fazer relação com o fato. Todos na casa dormiram e, ao acordar, a criança correu até a avó pela manhã e agarrou as pernas dela. Ao tentar colocar a menina na cama novamente, ela resistiu e reclamou que estava "dodói", cruzando as pernas. Foi quando a mulher percebeu que realmente havia algo errado e decidiu conferir.

Segundo relatou a moça para a PM, as partes íntimas da criança estava ferida com arranhões e um cheiro forte. Ao perceber a inquietação do marido dela, a avó saiu de casa para levar a menina ao hospital.

O avô foi encontrado pelos militares em casa. Foi dada a voz de prisão a ele.