Uma quadrilha com aproximadamente 20 pessoas tomou as ruas de Cametá, no Pará, a 235 km de Belém, no começo da madrugada desta quarta-feira (2), assaltando agências do Banco do Brasil e BAnpará. Um homem foi morto após ser feito refém. Outra pessoa foi atingida na perna e está internado no hospital da cidade, mas não corre risco de vida.

De acordo com a Polícia Militar da cidade, o ataque foi semelhante ao que ocorreu em Criciúma (SC). Suspeitos utilizaram explosivos e armas de alto calibre na ação.

Durante a ação, o bando sequestrou moradores da cidade que estavam em bares e os fizeram de reféns. Conforme moradores relatram em redes sociais, os criminosos atiraram para cima por mais de uma hora, causando sensação de terror.

Além disso, a base policial foi atacada, o que impediu a saída dos militares. O grupo fugiu por volta de 1h30 desta quarta, utilizando carros e barcos - Cametá fica às margens do rio Tocantins.

A confirmação da morte de um homem foi feita pelo prefeito de Cametá, Waldoli Valente (PSC). Porém, a vítima ainda não foi identificada. O valor levado não foi informado.