Rodrigo está sempre a postos para abraçar Vanessa. E os olhos dela não vacilam: acompanham cada gesto do jovem. Após quatro anos de noivado e 15 compartilhando momentos, eles vão se casar neste sábado. Será uma cerimônia igual às outras 2.210 já realizadas na Basílica do Santo Cura D’ars, no Prado, região Oeste de Belo Horizonte. Com um detalhe: é a primeira na igreja para celebrar a união de pessoas com síndrome de Down.

Aos 31 anos, Vanessa Salgado Ribeiro Melo não esconde a ansiedade. “Ele é o amor de toda a minha vida”, afirma. Essa certeza Rodrigo Gomes Morais, de 28, carrega desde criança. “Me apaixonei por ela na escola. Era a menina mais linda”, recorda. 

No entanto, nada podia acontecer entre os dois. “A mãe dela disse que não podia namorar, que tinha que crescer primeiro”, relembra o rapaz. Então, quando adulto, ele foi cobrar a promessa de Valéria Melo, a futura sogra.

Pedido oficial

Uma década após se conhecerem, na Escola Estadual Sandra Risoleta de Lima Hauck, também na zona Oeste, veio o pedido oficial. Os jovens escolheram como cenário a praça de alimentação de um shopping da capital. Primeiro, conversaram sobre afeto. Depois, receberam o carinho e o apoio das famílias. “Mudei minha filha de escola e eles estavam cinco anos sem se ver. Vanessa sentia saudades e falava muito no Rodrigo”, lembra Valéria.

Com a convivência, ambos descobriram o gosto em comum pelo cinema e pela comida japonesa. “Com o namoro, passaram a ter uma vida social juntos e a visitar a casa um do outro”, explica Herculina Gomes Santos, mãe de Rodrigo.

Noivado

Foi de joelhos e segurando uma flor que Rodrigo pediu a namorada em casamento, em 2014. Ela não hesitou: disse sim. Desde então, a família vem trabalhando a independência do casal e orientando sobre as responsabilidades. 

“Ele pega a condução sozinho, vai ao médico, ao mercado e ao trabalho”, conta Herculina. Há seis meses, o noivo é recepcionista e analista administrativo em uma construtora.

Vanessa ajuda a mãe na faxina e está aprendendo a cozinhar. Casados, irão morar na casa de Valéria para se adaptarem à rotina. A expectativa é a de que em dois anos Rodrigo e Vanessa tenham um lugar só para eles. “Mas o nosso amparo sempre vão ter”, garante a mãe da noiva.

Casal com Síndrome de Down vai se casar na igrejaVanessa e Rodrigo estão noivos há quatro anos

Além disso:

Rodrigo e Vanessa participam de cada detalhe da preparação da cerimônia. O rapaz escolheu um terno azul turquesa para esperar a noiva no altar. Lá, estará acompanhado de 24 casais de padrinhos, dos pais e dos sogros. “Será como um conto de fadas”, afirma. Na recepção, o casal dançará uma valsa escolhida pelo noivo. “É a melodia que a Bela e a Fera dançam no filme da Disney”. Vanessa, que estará em um vestido rendado off-white, acompanhou a escolha do buffet e da decoração do salão. Cerca de 300 convidados irão celebrar a união. A lua de mel será durante uma viagem em família, na virada do ano e a noite de núpcias será após a recepção em um hotel na região Oeste de BH. “Todo o ritual é um marco histórico. É uma etapa que está sendo concluída na vida deles”, frisa a mãe da noiva, Valéria Melo.