Um bebê de 1 ano e 2 meses foi levado para o Hospital de Pronto-Socorro João XXIII na noite dessa quarta-feira (5) com vários ferimentos na cabeça, braços, pernas, rosto e na barriga. Quando foi encontrada pelos militares, no aglomerado da Serra, região Centro-Sul de Belo Horizonte, a garotinha usava apenas uma fralda molhada e suja de sangue. Os pais foram presos suspeitos de espancarem a criança.  

Segundo a Polícia Militar, vizinhos acionaram a corporação após ouvirem o choro do bebê e informaram aos militares que parecia que a criança estava sendo espancada. Quando chegaram ao local, encontraram a mãe da menina, de 22 anos, caída no chão atrás da porta, parecendo sonolenta. 

Já o pai, de 29 anos, estava deitado na cama ao lado da criança e, quando se deparou com os militares, se mostrou agitado e agressivo, precisando ser contido pelos policiais para ser levado para a delegacia, onde, inclusive, chegou a chutar uma porta. Ele também apresentava alguns ferimentos pelo corpo. 

A Polícia Civil informou que o caso será investigado pela Vara Especializada em Crimes Contra a Criança e o Adolescente e que uma equipe já foi até o hospital analisar a situação da vítima. 

Inicialmente, a criança havia sido socorrida para a Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) Centro-Sul, mas devido ao seu estado de saúde, foi transferida para o João XXIII onde permanece internada. 

A Polícia Militar chegou a convocar uma coletiva de imprensa para dar mais detalhes sobre o caso ainda na manhã desta quinta-feira (6). 

Leia mais: 
Polícia prende casal suspeito de agredir criança de 9 meses em BH