O Hospital Maternidade Odete Valadares, localizada no Prado, Oeste de BH, ficou sem energia durante toda a tarde e início da noite deste sábado (4), após acidente com um pássaro.Três bebês precisaram ser transferidos para outros hospitais da capital. O serviço já foi reestabelecido. 

De acordo com a Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig), por volta das 14h30, um pássaro, de asas com grande envergadura, pousou no topo de um poste e encostou na chave que fornece energia para o hospital. O movimento causou curto-circuito e consequente queima do equipamento. A Cemig foi acionada e chegou à unidade de saúde uma hora depois. Três equipes da companhia trabalharam para reativar a energia elétrica, o que aconteceu por volta das 19h. 

Conforme a Cemig, o gerador de energia da maternidade não funcionou, o que gerou a transferência de três recém-nascidos que estavam no Centro de Terapia Intensiva (CTI) para os hospitais Municipal Odilon Behrens e Mater Dei. 

Procurada, o Odete Valadares afirmou que um pequeno gerador foi ligado apenas na área mais crítica - a do CTI. Ainda, explicou que os bebês devem retornar à maternidade nos próximos dias e que instituição funciona normalmente. 

O caso de curto causado por pássaro, segundo a Cemig, é comum de acontecer, já que essa chave, presente na rede de energia, não tem como ser protegida. 

Leia mais:
Mais da metade dos bancos de leite que atendem UTIs neonatais em Minas funciona no limite
Parto será restrito em todas as maternidades públicas da capital mineira
CTI da Maternidade Odete Valadares, infestado de formigas, será reformado