A Prefeitura de Betim, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, informou nessa quinta-feira (11) que vai adquirir 1,2 milhão de doses da vacina russa Sputnik. O anúncio foi feito em uma transmissão ao vivo pelo prefeito Vittorio Medioli (PSD).

De acordo com a gestão municipal, a expectativa é imunizar 600 mil pessoas, entre moradores e pessoas que trabalham na cidade, a chamada população flutuante. A previsão é que os lotes da vacina cheguem em abril deste ano.

"A compra do imunizante foi possível depois da sanção da MP das Vacinas e da decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), que autorizou, em fevereiro, que estados e municípios comprem e distribuam imunizantes contra a Covid-19", informou a prefeitura, em nota.

Ao todo, serão investidos R$ 11,6 milhões na compra da Sputnik. Conforme a administração do município, os recursos são oriundos da anistia fiscal, iniciativa que está sendo realizada pela prefeitura até o fim deste mês.

"Nessa quinta tivemos uma resposta positiva do governo russo para comprarmos 1,2 milhão de doses. Eles aceitaram o nosso pedido. Acreditamos que as vacinas cheguem na segunda quinzena de abril. Com essa quantidade, vamos vacinar 600 mil pessoas, sendo toda a população de Betim e também a população flutuante do município", anunciou Medioli.

Leia mais:
Kalil: BH vai comprar 4 milhões de doses da Sputnik V, vacina russa contra a Covid-19
Famílias pedem empenho na apuração de morte de Marielle e Anderson

Você sabe por que é importante a política de privacidade de dados ? Especialista explica