Betim, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, vai realizar um mutirão a partir desta terça-feira (20) para aplicar a segunda dose da vacina AstraZeneca contra a Covid-19. 

Segundo a prefeitura, estão sendo chamadas cerca de 19 mil pessoas de 60 a 64 anos, que receberam a primeira dose nos meses de abril e maio. A imunização será organizada por idade e dias da semana, e ocorrerá nas 36 Unidades Básicas de Saúde, das 8h às 17h.

Veja o cronograma:

Terça-feira (20) - 64 anos

Quarta-feira (21) - 63 anos

Quinta-feira (22) - 62 anos

Sexta-feira (23) - 61 anos

Segunda-feira (26) - 60 anos

Para receber a segunda dose é preciso apresentar o cartão de vacina com o registro da aplicação da primeira dose e um documento de identidade com foto. Quem foi vacinado contra a gripe nos últimos dias deve respeitar o intervalo mínimo de 14 dias para receber a vacina contra a Covid-19.

CoronaVac

Ainda conforme o executivo municipal, quem recebeu a primeira dose da Coronavac, a aplicação da segunda será por meio de agendamento. A partir desta terça-feira (20), as mais de 7.700 pessoas de 56 a 58 anos que se vacinaram em junho, e de 48 e 47 anos, imunizadas no início de julho, serão agendadas para completar o ciclo de imunização.

Equipes das unidades de saúde entrarão em contato com os usuários, por telefone ou por meio do Agente Comunitário de Saúde,  para marcar dia e horário. Com o encerramento do ciclo desses dois grupos de imunizantes, cerca de 26 mil pessoas terão sido vacinadas.

Trabalhadores das indústrias

Ainda de acordo com a prefeitura ainda esta semana, está prevista a imunização contra a Covid-19 dos trabalhadores industriais. Este é um dos maiores grupos  prioritários do município, com aproximadamente 50 mil pessoas. Nas grandes empresas, a vacinação está sendo realizada com o apoio dos departamentos de saúde da própria fábrica.

Já para os profissionais das indústrias de médio e pequeno porte, a imunização está sendo realizada no Betim Shopping e no Cerest, por meio de agendamento. Os trabalhadores devem aguardar o comunicado da empresa com os detalhes de dia e horário que eles receberão a vacina.
 
A imunização dos trabalhadores industriais está prevista no Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19. Terão direito à vacina os profissionais das empresas que se enquadram nos critérios estabelecidos no plano, que tem como base a Classificação Nacional de Atividades Econômicas (CNAE). A vacinação da categoria está sendo realizada de forma gradativa, à medida que o município recebe novos lotes de imunizantes dispensados pela Secretaria de Estado da Saúde (SES-MG).

Leia Mais:
Mais de 13 milhões de doses da vacina Pfizer devem chegar ao Brasil até 1º de agosto
Brasil registra mais de cem casos da variante Delta