Seis bares de Betim, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, foram multados e cinco foram interditados na noite deste sábado (9) por descumprimento das regras impostas por decreto municipal para conter a propagação e o aumento de casos de Covid-19. 

A operação conjunta entre a Guarda Municipal e a Vigilância em Saúde flagrou as irregularidades após denúncias recebidas pelo disque-denúncia da prefeitura, que criou mais dois canais de comunicação para que os moradores apontem as aglomerações. 

Bar interditado Betim

Na região central da cidade, três estabelecimentos desrespeitaram o horário de funcionamento estipulado - que é até às 21h. Um deles não apresentou alvarás de localização e sanitário, além de não disponibilizar os itens obrigatórios das normas de biossegurança, como termômetro de aferição de temperatura.

Já nos bairros Alterosas e Laranjeiras, além de ultrapassarem o horário permitido, os locais funcionavam com mais de 30 pessoas. Eles foram multados e interditados.

A Prefeitura de Betim proibiu eventos com mais de 24 pessoas na cidade. A multa para quem descumprir a regra pode variar entre R$ 4 mil e R$ 90 mil. Além disso, o espaço onde o evento clandestino for realizado será lacrado por 120 dias.

Fiscalização descumprimento decreto Covid

Canais de reclamação

O município também criou novo canal para denúncias de festas clandestinas e aglomerações e duas novas linhas no WhatsApp que atuarão como disque-denúncia, com atendimento 24 horas. A população pode enviar fotos, vídeos e localização de funcionamento irregular de festas, eventos e estabelecimentos pelos números (31) 98644-7700 e (31) 99966-2480.

Além do WhatsApp, as denúncias também podem ser feitas por meio da Ouvidoria Municipal, nos telefones (31) 3512-3453 ou (31) 3512-3315 ou no e-mail faleouvidoria@betim.mg.gov.br.