Betim vai exigir o uso de máscaras a partir de segunda-feira

Cinthya Oliveira
cioliveira@hojeemdia.com.br
16/04/2020 às 13:46.
Atualizado em 27/10/2021 às 03:17
 (Christo Anestev/ Pixabay)

(Christo Anestev/ Pixabay)

A partir de segunda-feira (20), o uso de máscara será obrigatório para todas as pessoas em locais públicos de Betim, na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH). A medida, determinada pelo prefeito da cidade, Vitorio Medioli, busca evitar o avanço da pandemia de Covid-19. Quem for flagrado sem a proteção receberá multa de R$ 80.

Até o momento, Betim tem nove casos confirmados do novo coronavírus. Exames laboratoriais descartaram 343 notificações, mas outras 1.712 permanecem pendentes de resultados.

A medida é válida para quem transitar em espaços públicos, como ruas e praças, além do transporte coletivo, táxis e aplicativos.

Os comércios essenciais autorizados a funcionar (como supermercados, padarias, sacolões, farmácias, postos de gasolinas, entre outros) deverão fazer o atendimento do lado de fora. Se optarem em receber a pessoa no interior  do estabelecimento, deverão disponibilizar máscaras não retornáveis não só aos clientes, mas também aos funcionários.

Para garantir o fornecimento, a Associação de Proteção à Maternidade, Infância e Velhice (Apromiv) está produzindo equipamentos de proteção. São 30 costureiras, que trabalham em suas casas, e mais 20 pessoas que atuam diretamente da sede, garantindo a produção industrial.

As máscaras serão fornecidas às unidades de Saúde e órgãos públicos que precisam manter o atendimento, como os Centros de Referência em Assistência Social (Cras), além das pessoas que estão dentro do grupo de risco ou em vulnerabilidade, de acordo com a Prefeitura de Betim.

Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por