Belo Horizonte está perto de ser reconhecida internacionalmente por sua gastronomia. A capital mineira foi indicada pelo Ministério das Relações Exteriores (Itamaraty) para concorrer ao título de Cidade Criativa da Unesco este ano. Dois municípios brasileiros serão escolhidos. 

Além de BH, a pasta endossou também as candidaturas de Cataguases, na Zona da Mata, na área de cinema; Fortaleza (CE), na categoria design e moda; Aracaju (SE), pela música; e Paraty (RJ), na mesma área que BH, a gastronomia. 

As cidades indicadas pelo Itamaraty devem ser ter as candidaturas cadastradas até este domingo (30). A iniciativa da Unesco promove a cooperação internacional dentro e entre municípios de zonas urbanas que investem na cultura e na criatividade como aceleradoras do desenvolvimento sustentável. 

Atualmente, a Rede de Cidades Criativas da Unesco, criada em 2004, reúne 180 cidades de 72 países de todas as regiões do mundo. Oito municípios brasileiros já integram a rede, mas, até então, nenhum mineiro. São eles Salvador (BA), Florianópolis (SC), Brasília (DF), Curitiba (PR), Belém (PA), Santos (SP), João Pessoa (PB) e Paraty (RJ). 

As cidades criativas designadas em 2019 serão anunciadas até o fim deste ano.  

Leia mais:

Prato de alunos da gastronomia do Promove é um dos vencedores de concurso junino em BH
Machado de Assis tem legado exaltado no dia que completaria 180 anos