Dados de torcedores do Galo que foram ao Mineirão na partida contra o River Plate, no último dia 18, vão começar a ser avaliados pela Prefeitura de Belo Horizonte a partir desta quinta-feira (2). As informações serão cruzadas com os CPFs daqueles que foram internados por complicações da Covid-19 ou que testaram positivo para a doença após a data do jogo. 

Conforme informou o secretário Municipal de Saúde, Jackson Machado, os dados daqueles que estiveram no estádio foram enviados pelo Atlético à PBH dentro do prazo estabelecido, de 15 dias a partir da data do evento. 

“O cruzamento dos CPFs com os resultados dos exames será feito a partir de amanhã, já que completamos 15 dias do jogo do Atlético”, disse em entrevista à rádio Itatiaia.  

Ainda segundo o chefe da pasta, os torcedores do Cruzeiro que foram ao Mineirão na partida contra o Confiança, no último dia 20, também começarão a ser monitorados após o prazo de duas semanas.

Torcida nos estádios

No início da semana passada, durante coletiva de imprensa, o secretário Municipal de Saúde informou que, caso não ocorram contaminações após a avaliação, os torcedores poderão retornar ao estádio no fim deste mês, na partida de volta da semifinal da Copa Libertadores, entre Atlético e Palmeiras. Ainda segundo o chefe da pasta, aqueles que por algum motivo não respeitaram o protocolo, serão responsabilizados. 

“Então, a gente tem como saber qual vai ser o impacto dos dois eventos no perfil epidemiológico da pandemia. É óbvio que, se não houver impacto, nós podemos liberar de novo o jogo do dia 28, com mais ou menos público. Vai depender do perfil”, avaliou na ocasião.

Leia mais:
PBH vai cruzar dados de CPF de torcedores para identificar novas internações por Covid
Presença de torcedores nos estádios fica suspensa por ‘prazo indeterminado’ em BH
PBH vai monitorar torcedores e avalia liberar duelo entre Atlético e Palmeiras, dia 28