Novas doses da CoronaVac, vacina contra a Covid-19 produzida pelo Instituto Butantan em parceria com o laboratório chinês Sinovac Biotech, começaram a ser distribuídas aos hospitais e serviços de urgência de Belo Horizonte, nesta quarta-feira (3).

Como a vacinação ocorre em duas fases, sendo a segunda entre 14 e 28 dias após a primeira, os belo-horizontinos que receberam o imunizante logo no início da campanha, em 18 de janeiro, podem receber a proteção complementar a partir desta semana. O cronograma, no entanto, é de responsabilidade de cada unidade de saúde.

Até o momento, 63.828 pessoas já receberam a primeira dose na capital. Segundo dados do boletim divulgado pela prefeitura na terça-feira (2), 158.993 unidades do fármaco foram distribuídas aos 212 postos de imunização, sendo 49 hospitais das redes pública e privada, nove Unidades de Pronto-Atendimento, uma do Samu e 152 Centros de Saúde e Equipe Volante.

Ao todo, a capital mineira já recebeu 192.570 unidades de vacinas contra o novo coronavírus. Dessas, 6.882 foram distribuídas pela Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais diretamente aos hospitais Julia Kubitscheck, Eduardo de Menezes e da Polícia Militar. 

Ampliação da campanha

Na segunda-feira (1º), BH ampliou a imunização contra a Covid-19, dando início à aplicação de mais 57,3 mil doses que chegaram à cidade na última sexta-feira (29). Dessa vez, cinco novos grupos foram adicionados ao plano de vacinação, somando 48 mil pessoas. As vacinas correspondem à segunda remessa entregue pelo governo de Minas, composta por cerca de 40,5 mil doses da AstraZeneca e 16,8 mil doses da CoronaVac/Butantan.

*Com informações de Marina Proton

Leia mais:

Remessa com insumos para produção de 8,6 milhões de doses da CoronaVac chega hoje ao Brasil
Minas registra 19 casos de 'furões' à fila da vacinação contra Covid por dia