A campanha de vacinação contra a gripe de Belo Horizonte já imunizou cerca de 57 mil pessoas, conforme informação da Secretaria Municipal de Saúde divulgada nesta quinta-feira (6). A meta da primeira fase é proteger 90% do público-alvo, composto por 315 mil pessoas. 

Com a volta às aulas presenciais, a prefeitura antecipou a vacinação contra a influenza para professores. Devem ser vacinados cerca de 34 mil docentes das redes pública e particular da capital. No momento da imunização, é necessário que seja apresentado um comprovante pelo profissional, como o contracheque ou declaração.

Além disso, 151 mil crianças de 6 meses a 5 anos, 11 meses e 29 dias; 22 mil gestantes; 3 mil puérperas e cerca de 105 mil trabalhadores da saúde que atuam em hospitais (públicos, filantrópicos e privados), SAMU, centros de saúde e UPAs devem receber a proteção.

Por medida de segurança, pessoas que receberam a vacina contra Covid-19 precisam respeitar um intervalo mínimo de 14 dias para tomar a dose contra a gripe.

A vacinação de professores, crianças, grávidas, puérperas e profissionais da saúde é realizada nos centros de saúde, com exceção das nove Unidades 24h. Já a aplicação das doses para os profissionais de saúde de hospitais, UPAs e SAMU segue sendo realizada em cada instituição. Os endereços dos centros de saúde e os horários estão disponíveis no portal da PBH.

Leia mais:

PBH vai vacinar pessoas com comorbidades a partir de sexta-feira; veja quem pode se proteger
Minas é o estado que mais receberá remédios do 'kit intubação' doados pela Espanha