Belo Horizonte quer ampliar a blindagem contra o novo coronavírus. A partir de amanhã, mais moradores passam a integrar o grupo prioritário, com a vacinação de idosos de 69 anos. A meta da prefeitura é chegar até o fim da semana com 320 mil pessoas tendo recebido pelo menos a primeira dose da CoronaVac ou Astrazeneca.

vacinação idoso bh covid

José Carlos, de 70 anos, esteve ontem no drive-thru do Minas Shopping, na região Nordeste de BH

Atualmente, 260 mil já iniciaram a proteção, conforme dados de ontem. O balanço atual coloca a metrópole acima da taxa nacional. Enquanto o Brasil vacinou 6,7% da população, a capital mineira chegou aos 10%. Nesta semana, de segunda a sexta-feira, a PBH estima que 66 mil pessoas – entre idosos e trabalhadores da saúde, sendo que parte deles já está incluída nos atuais 260 mil – tenham sido contempladas.

A ampliação se deve à mudança nas diretrizes do plano de imunização, após determinação do Ministério da Saúde. Agora, BH não faz reserva para a segunda dose, já que a pasta federal garantiu novos imunizantes aos municípios em tempo hábil.

“É preciso ampliar com a maior rapidez possível a vacinação em toda a população para poder conter esse avanço” (Unaí Tupinambás, infectologista)

Na segunda-feira, foi iniciada a vacinação de belo-horizontinos de 71 anos. Ontem foi a vez dos moradores com 70, caso de José Carlos Karlito Rocha, que compareceu ao drive-thru do Minas Shopping, na região Nordeste. A filha dele, Maria Júlia Machado Rocha, está mais aliviada. Ela segue, agora, na expectativa pela mãe, de 67. “Com os dois imunizados, fico mais tranquila”, afirmou.

Hoje, no entanto, não haverá imunização na cidade para essas faixas etárias. Os postos irão receber exclusivamente aqueles que foram agendados para tomar o reforço. Amanhã, os trabalhos retornam para todos com 69 anos ou mais. O horário de atendimento é das 7h30 às 16h30, enquanto os postos drive-thru funcionam das 8h às 16h30. 

Na sexta, por conta do feriado, os postos de saúde funcionam em escala reduzida, com 50%. O drive-thru tem atendimento normal. Para garantir a imunização, o idoso precisa levar identidade, CPF e comprovante de residência. 

Ele deve usar máscara, respeitar o distanciamento na unidade de saúde e estar, no máximo, com um acompanhante. Pessoas do público-alvo acamadas e com mobilidade reduzida devem se cadastrar no portal da prefeitura.

Leia Mais:
Estado recrutará voluntários, estudantes, aposentados e médicos estrangeiros contra a Covid-19
Covid-19: Brasil tem 3.780 mortes registradas em 24 horas
Mulher que teria aplicado vacina ilegal em empresários depõe na PF; imunizantes podem ser falsos