Belo Horizonte pode ganhar 22 novas feiras de artesanato, de plantas e flores naturais e de comidas e bebidas típicas nacionais e estrangeiras nas nove regionais.

A Prefeitura de Belo Horizonte (PBH) publicou nesta quinta-feira (4), um edital de chamamento público para obtenção do licenciamento para feiras de rua, que prevê a oferta de 825 vagas para expositores. 5% das vagas serão destinadas às pessoas com deficiência.

"O objetivo é fomentar ainda mais a cultura e a gastronomia na cidade, além de gerar oportunidades de trabalho e renda para a população", explicou a secretária de Política Urbana, Maria Caldas.
 
Os interessados devem entregar documentação em envelope lacrado entre os dias 12 e 27 de novembro, na avenida Álvares Cabral, 217, no Centro. O atendimento será das 9h às 12h e das 14h às 17h, de segunda a sexta-feira. 

Os documentos necessários são cópias do RG e CPF, comprovante de residência na capital, cópia da Carteira Nacional do Artesão e do Trabalhador Manual se a atividade a ser exercida pelo interessado for de artesanato.
 
A prioridade para escolha das vagas se dará por sorteio. O feirante deverá pagar um preço público mensal de R$ 128,82 para as feiras situadas na Regional Centro-Sul e de R$ 103,05 para as demais regiões.
 
Os editais com todas as informações podem ser acessados no portal da PBH.