A BHTrans começou, nesta sexta-feira (11), a operar com um ônibus elétrico na linha suplementar S51. O veículo circulará em caráter experimental e também será testado mais tarde nas linhas S63, S80, S60, S22, S55, S31. O veículo tem 22 assentos e não emite poluentes.

Apesar dos testes, no momento, segundo a BHTrans, não há previsão para incorporação dos veículos na frota atual.O ônibus elétrico anda 240 km com uma carga de 3 horas de bateria. “Quando o motorista tira o pé do acelerador, ainda que o ônibus esteja em movimento, ele consegue recarregar as baterias”, afirma o prefeito Marcio Lacerda.

Um dos destaques dados pela empresa fabricante é que a tecnologia embutida nos ônibus exige poucas revisões e reparos, o que supriria a longo prazo o preço até cinco vezes maior do que os atuais veículos da frota. O ônibus já foi testado em outras capitais, como Porto Alegre e São Paulo, segundo o fabricante, com resultados satisfatórios.

Neste ano, a empresa já havio feito teste em outro ônibus, que rodou por três meses em Belo Horizonte. Os resultados obtidos ainda estão em fase de análise pela empresa fabricante dos veículos.   

Leia mais

BHTrans começa a testar ônibus elétrico do serviço complementar nesta sexta