Um soldado do Corpo de Bombeiros, de 33 anos, morreu após ser vítima de uma emboscada em Governador Valadares, região do Vale do Rio Doce. O militar levou um tiro na nuca quando iria resgatar um dinheiro que havia emprestado para um conhecido.

O caso aconteceu na noite de sábado (7), na rua Caio Martins, no Centro do município. O crime foi registrado por câmeras de segurança de um prédio e o suspeito, de 25 anos, foi preso em flagrante neste domingo (8).

Responsável pela investigação, a Policia Civil informou que o suspeito confessou o homicídio e disse que estava sendo ameaçado pela vítima em função de uma dívida. O militar morto era casado e deixa dois filhos.

Crime

O assassinato aconteceu por volta das 19h30. Conforme as primeiras apurações, o suspeito atraiu o bombeiro até o local com a justificativa de que iria pagá-lo um valor de R$ 20 mil. No entanto, tratava-se de uma armadilha.

No local, o militar mexia no celular quando o suspeito se aproximou por trás e disparou na nunca do oficial. Após o crime, ele teria fugido em uma moto. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) chegou a ser acionado, mas o soldado não resistiu aos ferimentos e morreu na hora.

O Corpo de Bombeiros foi procurado pela reportagem, mas ainda não se manifestou sobre a ocorrência.

Bombeiro é morto com tiro na nunca durante emboscada em Governador Valadares
Soldado levou um tiro quando mexia no celular