Um incêndio de grandes proporções devasta a unidade de conservação da Serra da Mantiqueira, no Sul de Minas, há três dias. Nas primeiras horas deste domingo (19), o Corpo de Bombeiros recomeçou os trabalhos para combater as chamas.

Como o local é de difícil acesso, viaturas ainda não conseguiram acessar o trecho atingido. Porém, três aeronaves, sendo duas do Exército e uma do Instituto Estadual de Florestas (IEF), são utilizadas. 

Os primeiros focos tiveram início na sexta-feira (17) e, neste domingo, 33 militares, sendo 10 do Batalhão de Emergências Ambientais e Resposta a Desastres (Bemad), atuam no combate. Além disso, 15 brigadistas do parque e mais quatro voluntários que trabalham como Guias Turísticos na região também estão empenhados no controle das chamas. 

O local é conhecido como Morro Serra Fina e as chamas se alastraram até a área paulista, na cidade de Cruzeiro, onde bombeiros de São Paulo também estão mobilizados. A causa da queimada ainda não foi esclarecida e a área destruída pelas chamas também não foi mensurada.