A Defesa Civil e a Vale fazem um teste de sirenes de emergência e evacuação das barragens Menezes II e B6, em Brumadinho, na Região Metropolitana de Belo Horizontes, nesta terça-feira (18). A ação é preventiva e vai ser realizada às 10h para as equipes do Corpo de Bombeiros e trabalhadores que estão atuando na área atingida pelos rejeitos da barragem 1 da Mina Córrego do Feijão.

“Esse simulado é para aferir se as pessoas que estão trabalhando naquele local conseguem escutar as sirenes, bem como se os bombeiros e os funcionários que trabalham nas máquinas pesadas conseguem sair dos locais e ir para os pontos de encontro”, informou o tenente-coronel Flávio Godinho, coordenador adjunto da Defesa Civil.

Ainda de acordo com Godinho, o alarme poderá ser ouvido na Mina Jangada e nas comunidades de Córrego do Feijão, Pires, Parque da Cachoeira e nos bairros Estela Passos, Bela Vista, Jota e Planalto, que foram avisadas previamente do simulado e que ele será direcionado a quem ainda trabalha nas buscas por corpos de vítimas do rompimento da barragem da Vale em Córrego do Feijão que já deixou , 246 mortos e 24 pessoas continuam desaparecidas, segundo a Defesa Civil.

“São 19 pontos de encontros que foram estipulados dentro da área da mancha e o treinamento não vai impactar a comunidade”, conclui Godinho.

Depois de mais de quatro meses da tragédia, Brumadinho é a maior operação de resgate do Brasil e segue ininterrupta. Nesta segunda-feira (17), as buscas entraram no 144º dia com 137 militares em 15 frentes de trabalho.

A Vale reforça que todos os controles e monitoramentos realizados nas barragens apontam para a normalidade das estruturas.