O Corpo de Bombeiros retomou, na manhã desta segunda-feira (18), as buscas pelo piloto Luiz Gustavo Araujo Soares e pelo empresário Márcio Bissoli, CEO do grupo de mineração Bauminas, vítimas do acidente de helicóptero em Espírito Santo do Dourado, no Sul do Estado. 

Os trabalhos começaram por volta das 7h30 e, de acordo com a assessoria de imprensa da corporação, as equipes de busca estão incomunicáveis.
Os bombeiros procuram, no momento, tanto por sobreviventes quanto por cadáveres. A corporação aponta maior probabilidade de que os corpos estejam embaixo das ferragens. 

A aeronave perfurou uma cratera em uma montanha e, até a última atualização, os bombeiros ainda não haviam alcançado o local onde a nave parou.

Esperança

Apesar de os bombeiros admitirem a pouca probabilidade de sobreviventes no acidente, a piloto Juliana Hipólito, esposa do piloto desaparecido, acredita que os tripulantes possam ter saltado do helicóptero antes do choque.

Neste domingo (17), os bombeiros procuraram sem sucesso por sobreviventes nos arredores, mas as buscas desta manhã também estão sendo feitas em locais fora do ponto de impacto contando com a possibilidade apontada por Juliana. 

As circunstâncias apontam para óbito dos dois tripulantes, mas a perícia ainda não foi conclusiva porque os corpos não foram encontrados.

Leia mais:
Corpos de vítimas de acidente com helicóptero no Sul de MG podem estar debaixo de ferragens