Foram encerradas, na noite desta segunda-feira (17), pelo Corpo de Bombeiros, as buscas a dois turistas cariocas, desaparecidos no Pico dos Três Estados, em São Lourenço, no Sul de Minas. Os trabalhos de localização dos aventureiros devem ser retomados ao clarear do dia desta terça-feira (18). Desde as 5h, militares dos bombeiros procuram pelos jovens, ambos de 19 anos. É a primeira vez que turistas sumidos fazem o trajeto até o Pico dos Três Estados. 

O Corpo de Bombeiros informou que, na manhã desta segunda, uma equipe de São Lourenço chegou em Itamonte, região onde fica a serra, e, com auxílio de um guia local, iniciaram as buscas tendo como ponto de partida a Fazenda do Pierre, sentido Pico dos Três Estados.

Equipes de Varginha e Lavras também foram mobilizadas para ajudar nos trabalhos, e chegaram ao local de partida, por volta do meio-dia, onde encontraram com uma dupla de trilheiros que informaram que o livro de cume da Pedra da Mina foi assinado pelos jovens, mas o do Pico dos Três Estados não.

Como os jovens enviaram fotos, por celular, de um ponto posterior ao pico Pedra da Mina, há a possibilidade que estejam num trecho denominado Brecha, que fica entre os dois picos.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, o último contato com os jovens aconteceu por volta das 17h45, do último sábado, quando eles entraram em contato com a motorista do transporte que havia os levado até a entrada da trilha da Serra Fina, ponto onde começaram a caminhada, e os aguardava retornar para levá-los de volta até a cidade. A condutora relatou aos bombeiros que os turistas faziam a trilha Toca do Lobo ao Pico dos Três Estados, desde o último dia 12, com previsão de retorno para esse domingo (16).

Ainda de acordo com os bombeiros, no sábado (15), na parte da manhã, os trilheiros entraram em contato com a responsável pelo transporte informando que, devido às fortes chuvas que caíam no local, eles iriam antecipar a descida pela serra, chegando ao ponto de encontro, fazenda do Pierre, por volta das 19h, do mesmo dia. Porém, na data e horário marcados, os dois jovens não apareceram e também não fizeram contato com a motorista. 

Segundo os bombeiros, é a primeira vez que estão fazendo a travessia na Serra Fina, e não possuem GPS. Em razão do clima, não foi possível o apoio de aeronaves da corporação. Havendo melhora no tempo, nesta terça-feira (16), o helicóptero Arcanjo da Companhia Aérea de Varginha vai auxiliar as equipes em solo nas buscas.

Nos trabalhos desta segunda foram empenhados 14 militares do Corpo de Bombeiros e quatro viaturas da corporação.

Leia mais:
Turistas desaparecem durante caminhada em montanha do Sul de Minas; bombeiros fazem buscas na região