Após passarem dois dias internados no Hospital de Pronto-Socorro (HPS) João XXIII, em Belo Horizonte, quatro bombeiros que atuavam nas operações em Brumadinho, na Grande BH, receberam alta nesta sexta-feira (22). Eles foram hospitalizados na quarta-feira (20), após serem atacados por um enxame de abelhas. Dois dos bombeiros, um homem e uma mulher, foram menos atingidos, levando cerca de 30 picadas cada um. Já outros dois homens levaram aproximadamente 100 ferroadas cada um. 

Embora não tenham alergia às picadas dos insetos, a hospitalização seguiu o protocolo e foi necessária devido a quantidade de ferroadas que levaram. Após a alta nesta sexta, eles não voltaram ao trabalho e foram para a casa continuar a recuperação. Nos próximos dias, ainda devem passar por outros exames. 

Segundo o tenente-coronel Anderson Passos, o ataque aconteceu na quarta-feira (20), quando a equipe formada pelos quatro militares trabalhava na área da barragem três, fazendo a escavação da valeta para o escoamento da drenagem da estrutura, quando esbarraram com a máquina em uma árvore onde havia uma colméia. A árvore acabou caindo e rapidamente o enxame atacou os bombeiros. Eles foram atendidos no próprio local e depois, levados para o João XXIII, hospital referência para este tipo de atendimento. 

As equipes de busca em Brumadinho, nesta sexta, envolvem 117 bombeiros militares, sendo 97 de Minas e 20 de outros Estados. Ao todo, 44 máquinas são utilizadas nas operações, além de três aeronaves da corporação e três cães.   

Leia mais
Encontrado container que era usado como sala de reuniões em Brumadinho; número de mortos sobe
Animais já podem ser resgatados pelos donos em Brumadinho; catálogo on-line está disponível
Brumadinho: bombeiros localizam corpo na área do almoxarifado da Vale