Imagina chegar para trabalhar e dar de cara com uma jararaca no hall de entrada da empresa? Essa foi a experiência de alguns dos funcionários da construtora EPO, localizada no bairro Santa Lúcia, região Centro-Sul de Belo Horizonte na manhã desta quinta-feira (2).

Uma jararaca adulta foi encontrada no local e foi retirada com a ajuda do Corpo de Bombeiros, que encaminhou o animal para a Fundação Ezequiel Dias.

Segundo explicou a corporação, como o tempo "virou" muito rapidamente e a madrugada foi fria, a tendência é que a serpente tenha entrado no motor de um carro buscando um local mais quente para se abrigar. Ninguém foi picado.

Jararaca-cruzeira

A Jararaca-cruzeira (Bothrops neuwied) é uma serpente muito comum em Minas Gerais, Goiás, Rio de Janeiro e outros estados das regiões Sul e Sudeste. Em alguns casos, pode atingir até 1,5m de comprimento e possui colorações que variam do pardo com manchas triangulares.

Seu veneno, de ação proteolítica, causa dor com aumento progressivo, inchaço, bolhas de sangue podendo causar febre, vômitos e desmaios. Pode haver dificuldade de coagulação no local,podendo gerar queda de pressão em situações mais severas, gerando risco de colapso.