O Corpo de Bombeiros vai passar a madrugada trabalhando no combate ao fogo que atingiu a fábrica têxtil Ematex, na avenida Tereza Cristina, no bairro Prado, região Oeste de Belo Horizonte, desde a manhã deste domingo (10).

O trabalho dos militares já dura mais de 12 horas e 65 militares estão empenhados na ocorrência. Segundo o major Santana, comandante do 1º batalhão, que coordena os trabalhos no local, a quantidade de material inflamável dificulta o acesso dos bombeiros.

“O material queima na superfície e continua queimando por muito tempo. Por isso estamos usando a auto plataforma que consegue ficar acima das chamas e lançar os jatos de água direto no fogo. Em uma parte da área interna nós já conseguimos chegar, mas precisamos extirpar as chamas para o trabalho ser mais efetivo”, explica Santana.

O fogo começou às 7h56 e foi controlado por voltas das 11h30, mas, conforme o major Santana, a água não apaga as chamas de imediato. Além disso os militares precisam descansar por causa do calor intenso e retomam o trabalho em seguida. “Nós vamos ficar aqui a madrugada inteira porque as chamas voltam. Vamos fazer o rescaldo e esperamos que durante a manhã podemos liberar as dependências da fábrica para uma vistoria”, conclui Santana.

Ainda de acordo com o major, os caminhões pipa da empresa ajudaram no combate, mas durante o dia as viaturas utilizaram os hidrantes do bairro Prado para abastecer.

A estrutura do prédio foi comprometida e todo material que está dentro da fábrica foi destruído. 

Leia mais:
Incêndio de grandes proporções atinge fábrica na avenida Tereza Cristina, no Prado