Brasil pode ter nova opção de vacina contra a Covid; produção deve ser em Nova Lima, na Grande BH

Raquel Gontijo
raquel.maria@hojeemdia.com.br
01/10/2021 às 18:05.
Atualizado em 05/12/2021 às 05:59

A biofarmacêutica brasileira Biomm anunciou nesta sexta-feira (1º) que assinou um acordo com a chinesa CanSino para fornecer a vacina Convidecia, contra Covid-19, no Brasil. Com aplicação em dose única e armazenamento em refrigerador comum, a iniciativa visa ampliar as opções de imunizantes contra a Covid no país. O acordo prevê a possibilidade da Biomm produzir o imunizante em Nova Lima, na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

A Biomm afirmou também que pedirá, em breve, uso emergencial da vacina à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Uma vez atendidas todas as exigências regulatórias, a farmacêutica terá condições de iniciar o processo de importação. 

De acordo com a empresa, a Convidecia foi desenvolvida a partir do chamado “adenovírus tipo 5”, um dos vírus mais brandos do sistema respiratório que causa sintomas semelhantes aos do resfriado comum e é o vetor viral mais utilizado em estudos clínicos em todo o mundo.

Ao contrário das vacinas que usam o vírus inativado, essa tecnologia tende a ter uma resposta imunológica maior. Segundo a CanSino Biologics INC, o imunizante tem eficácia geral de 68,83% na prevenção de todos os casos após 14 dias da aplicação. Para casos graves de Covid-19, a eficácia da vacina é de 95,47% no mesmo período.

Com aplicação em dose única e armazenamento em geladeira comum (entre 2 e 8 graus Celsius), a Convidecia tem estudos clínicos conduzidos em diversos países. A vacina também tem potencial para ser usada como dose de reforço ou na intercambialidade (mix) de vacinas para elevar a imunidade contra o novo coronavírus.

Ainda segundo a empresa, o preço da vacina será compatível com outras opções já existentes no mercado brasileiro. A dose única também representa vantagens para os programas de imunização, devido ao custo de aplicação por pessoa e imunização completa de uma só vez.

Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por