Integrantes das torcidas organizadas Galoucura e Máfia Azul promoveram uma cena lamentável horas após a vitória do Cruzeiro pela Copa do Brasil. Os torcedores brigaram na avenida Nossa Senhora do Carmo, por volta da meia-noite desta terça-feira (17), na altura do bairro São Pedro, região Sul de Belo Horizonte.

No confronto, um torcedor ficou ferido na região da cabeça. Ele foi socorrido e encaminhado para o Hospital de Pronto-Socorro João XXIII. O estado de saúde do torcedor não foi considerado grave, mas ele precisou ficar em observação. Um ônibus foi depredado e cinco suspeitos da Máfia Azul foram detidos.

A confusão, conforme a Polícia Militar, aconteceu depois que uma passageira deu sinal de parada para um ônibus da linha 3030 (Pilar-Olhos D'Água/Centro). Homens com uniformes da Galoucura invadiram o coletivo com pedaços de madeiras e partiram para cima de torcedores da Máfia Azul que estavam no veículo.

O motorista contou que foi ameaçado para não fechar a porta do ônibus e sair do local. A PM foi acionada e encontrou um cruzeirense caído com ferimentos na cabeça. Durante rastreamento na região, os policiais encontraram um veículo que teria participado do confronto.

O condutor do automóvel, de acordo com a PM, era inabilitado. Ele e os outros quatro ocupantes falaram que passavam pela avenida Nossa Senhora do Carmo quando viram os cruzeirenses sendo agredidos e entraram na briga. Eles foram detidos e levados para a Central de Flagrantes (Ceflan) 3.

Leia mais:
Cruzeiro joga para o gasto, apenas empata com o Atlético-PR, mas avança na Copa do Brasil