A briga que envolveu dois policiais civis e três jovens com 18 e 19 anos na madrugada da última segunda-feira na será investigada a partir de agora pela Corregedoria da Polícia Civil. A afirmação foi divulgada pela corporação na tarde desta quarta (10). A delegacia de Nova Lima, que estava à frente das investigações, deixou o caso.

Segundo a assessoria da polícia, as imagens de segurança da boate já foram solicitadas e o Renault Logan que é visto nas imagens e pertence a um dos envolvidos também será periciado. Os dois policiais civil estão afastados por atestado médico. A expectativa é de que em 30 dias a Corregedoria instaure ou não um sindicância pelo incidente.

O caso

A briga, que aconteceu na saída da boate Garota Carioca, no Vila da Serra, em Nova Lima, Região Metropolitana de Belo Horizonte, foi filmada por testemunhas que passaram pelo local.

No vídeo, um dos envolvidos, o policial Obille Master Pereira (lotado na 1ª Delegacia de Betim) chega a sacar um revólver e disparar para o alto e para o chão no Trevo do Seis Pistas. No entanto, nem mesmo armado, o homem consegue dispersar ou intimidar os envolvidos que continuam agredindo o policial Glaicon Filemon Monteiro, da 4ª Delegacia Regional de Ibirité, já caído no chão. A vítima deu entrada no Hospital João XXIII, mas já recebeu alta.

Em depoimento, Obille afirmou que se identificou como policial, mas não foi atendido pelos rapazes e também acabou agredido. Os três jovens foram encontrados horas depois por policiais civis, quando já estavam em casa. Todos os envolvidos foram ouvidos e liberados.

Assista ao vídeo na íntegra: