Um policial militar agrediu um agente da Polícia Federal na manhã deste domingo (9), no bairro Jardim América, região Oeste de Belo Horizonte. A confusão ocorreu no condomínio Cristal, onde os dois residem. A briga foi parar na delegacia da Polícia Civil da avenida Sinfrônio Brochado, no Barreiro.

Por volta das 9h, o agente Marcos Lima e a esposa dele, a advogada e síndica do prédio, Viviane Martins, acionaram a PM após verificar que o edifício estava vandalizado com restos de comida e lixo espalhados por várias partes do imóvel de seis andares. A sujeira, segundo eles, foi feita pelo militar, que é capitão do 34° Batalhão.

Marcos estava filmando a bagunça quando começou a ser agredido pelo policial. O agente da PF levou vários socos no rosto e teve a camisa rasgada. A esposa dele também foi agredida. Os militares que atenderam a ocorrência levam todos para a delegacia.

Bastante abalados, Marcos e Viviane disseram que o militar mora no local há pouco tempo, mas que já teria se envolvido em outras confusões. Além de possíveis atritos anteriores com outros vizinhos, o capitão da PM estaria devendo a mensalidades do condomínio.

"Assim está sendo o meu domingo de Dia dos Pais: na delegacia por causa de um irresponsável como esse", disse Marcos. "Estamos muitos assustados. Alguma coisa precisa ser feita urgentemente. As ameaças dele são constantes", completou Viviane.

O policial não quis falar sobre o caso. Militares que atenderam a ocorrência informaram que a reportagem deveria procurar a assessoria de imprensa da corporação. No entanto, o órgão disse desconhecer o fato. Outros oficiais, chefes da assessoria da PM, também foram procurados, mas ninguém foi encontrado. Na delegacia, a Polícia Civil não se pronunciou.

Assista ao vídeo do momento da agressão: