Uma discussão por causa dos filhos pode ter motivado o marido da servidora do Senado Federal a matar a mulher a facadas, na BR-040, na altura do Viaduto das Almas, em Ouro Preto, na região Central do Estado. O corpo de Cristiane Yuriko Mike, de 41 anos, será levado para Brasília (DF), nesta quinta-feira (26). O crime ocorreu na quarta-feira (25), quando Romeu Costa Ribeiro, de 53 anos, levava a mulher para o aeroporto internacional Tancredo Neves, em Confins, de acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF). Os policiais informaram que a servidora estava em Minas Gerais para visitar uma sobrinha e que o marido dela, que estava morando em São João del-Rey, começou a discutir no caminho sobre as visitas que faria aos filhos.

Ele esfaqueou a mulher, com quem era casado há 15 anos, pelo menos três vezes. Um caminhoneiro que passava ela rodovia federal percebeu a confusão no veículo e  acionou a Polícia Rodoviária Federal (PRF). Preso em flagrante e conduzido para a delegacia de plantão de Ouro Preto, o homem mostrou-se arrependido, segundo os policiais. A mulher trabalhava como analista de informática legislativa, no Senado Federal. Os filhos do casal, que não tiveram a idade informada pelos policiais, viviam com a mãe na capital federal, desde que os pais iniciaram o processo de separação.

O carro do homem foi rebocado para o pátio do reboque SOS em Congonhas. O corpo da mulher dele foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) de Mariana, na região Central do Estado. Após a necrópsia, o corpo dela foi liberado e será conduzido para Brasília, nesta quinta-feira (26). O caso está sendo investigado pela Polícia Civil, que tem dez dias para concluir o inquérito.