Bruno estreia em amistoso com 300 torcedores e dores musculares

Da Redação*
06/10/2019 às 09:58.
Atualizado em 05/09/2021 às 22:05
 (REPRODUÇÃO / REDES SOCIAIS)

(REPRODUÇÃO / REDES SOCIAIS)

A estreia do goleiro Bruno Fernandes pelo Poços de Caldas Futebol Clube, na tarde desse sábado (4) foi acompanhada pela torcida organizada e mais de 300 torcedores pagantes durante o amistoso do Poços de Caldas com o Independente, de Juruaia, no Estádio Benedito Bandola de Oliveira, o Bandolão.

O goleiro foi condenado a mais de 20 anos de prisão pelo assassinato de Eliza Samúdio , mãe de um filho dele que o jogador não queria. Eliza foi sequestrada e morta por comparsas do jogador e o corpo da modelo teria sido jogado a cães e nunca foi encontrado. Bruno foi preso em setembro de 2010 e condenado em março de 2013 a 20 anos e 9 meses de prisão por homicídio triplamente qualificado.

A disputa iniciou com meia hora de atraso. Houve apoio da torcida, mas sem expressividade dos dois times em campo. No segundo tempo, com a entrada de Bruno, que reclamou de dores na coxa direita, o lateral-direito Gleison e o atacante Otavio conseguiram marcar os dois gols da partida dando a vitória ao time da casa po 2 a 0.

O jogador explicou que o condicionamento físico ainda não está como gostaria, mas que pretende treinar e fortalecer a musculatura nos próximos meses. "Senti um desconforto, mas não foi muito grave, faz parte nesse início de temporada, mas a gente vai se preparar em uma semana ou em um mês para o próximo amistoso estar mais forte e mais bem preparado", disse.

Bruno só conseguiu assinar contrato com o time porque ganhou liberdade condicional durante o dia e permissão para deixar a cidade de Varginha, onde cumpre pena.

Após a volta ao futebol depois de cumprir parte da pena, Bruno disse que se sentiu bem e ficou feliz com o apoio da torcida. "O prazer de estar dentro do estádio com o torcedor acompanhando, incentivando, não tem preço. A motivação é a mesma do que entrar em um Mineirão ou Maracanã lotado. Para mim isso que importa. Foi muito bom". Em seguida o jogador voltou para Varginha, onde reside com a mulher e a filha. Ele teria de se reapresentar até as 21 horas.

O Poços de Caldas foi fundado em 2007, no primeiro ano subiu da segunda divisão para o módulo 2, onde ficou até 2013. Em acordo com um empresário chileno, contratou grandes jogadores como Amaral, Finese e Cleber, mas com problemas financeiros, parou as atividades.

O time voltou em 2017 e passou por mais dificuldades financeiras. Em junho de 2019, uma nova diretoria adquiriu o clube, com seletivas de atletas da região do sul de Minas e contratação do goleiro Bruno até janeiro de 2020. Vai disputar a segunda divisão no ano que vem.

*Com Estadão Conteúdo



 

Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por