Cães magros, com a saúde debilitada, repletos de pulgas, e um gato morto. Este foi o cenário que policiais civis encontraram em uma casa no bairro Havaí, na região Oeste de Belo Horizonte. Após denúncia que relatava maus-tratos de animais, os agentes foram até o imóvel e encontraram os cachorros em ambientes extremamente sujos e com mau odor.

De acordo com a polícia, os cães foram examinados por servidores do Centro de Zoonoses e passaram por exames de leishmaniose. Como a dona deles não estava em casa, todos foram recolhidos. Posteriormente, a mulher responsável pelos cachorros compareceu ao Departamento Estadual de Investigação de Crimes contra o Meio Ambiente (Dema) e se comprometeu, em cartório, que irá limpar o imóvel. 

Na delegacia, ela assinou um termo de responsabilidade se comprometendo a alimentar os animais diariamente. A mulher também assinou um termo de comparecimento em uma audiência no Juizado Especial para tratar do caso. À polícia, a dona dos animais contou que pretende levar os cães para uma nova casa, em Ribeirão das Neves, na Grande BH, e se recusou a doar os animais.

"A partir do momento em que a tutora dos animais se responsabilizou em cuidar adequadamente dos cães mediante a assinatura do Termo de Responsabilidade, a Polícia Civil irá fiscalizar a situação a partir de então. Iremos contar, inclusive, com a colaboração e apoio dos vizinhos, que se prontificaram a informar qualquer anormalidade ou qualquer prática de maus-tratos sofridos por aqueles animais", explicou a delegada Carolina Bechelany.