Um cabo da Polícia Militar (PM), de 46 anos, foi assassinado na madrugada desta sexta-feira (24) dentro do campus da Universidade Federal de Viçosa (Cedaf), em Florestal, na região Central de Minas Gerais. A Polícia Militar (PM) informou que ele fazia ronda na instituição, devido a uma parceria entre uma empresa de segurança com o Estado, quando tentou impedir um assalto, mas acabou sendo baleado e morreu no local.

Por volta das 00h30 desta madrugada, dois homens armados renderam dois vigilantes que estavam na portaria da universidade, que fica às margens da LMG-818, no km 06, e anunciaram o assalto.

O cabo do 3º Esquadrão do Núcleo Equino de Reprodução (NER) da Cavalaria da Polícia Militar, tentou surpreender os assaltantes, mas um deles acabou atingindo-o no peito. Os suspeitos fugiram e ainda não foram encontrados pela PM. O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Betim, na Região Metropolitana de Belo Horizonte.