O cãozinho Luck, que mordeu a mochila de um atleta de parapente e acabou “voando” até cair numa serra em Sete Lagoas, na região Central de Minas, será transferido para Belo Horizonte para ser avaliado por um veterinário. A suspeita é que, além de ter quebrado uma pata na queda, ele também tenha sofrido rompimento de ligamentos no joelho de outro membro.

Por enquanto, o simpático vira-lata vem sendo cuidado pela equipe de brigadistas da serra de Santa Helena, onde aconteceu o acidente, no início do mês de junho. Mas, de acordo com Renato Augusto de Jesus, coordenador da Brigada BH, neste domingo (30), Luck será transferido para a capital mineira, onde ficará sob os cuidados dos brigadistas da sede da empresa.

“Ao nosso ver, ele terá um repouso melhor e será assistido por veterinário. O Luck ainda está passando por um processo de recuperação e anda com dificuldades devido à cirurgia”, afirma Renato.

Quando Luck estiver totalmente recuperado, ele deverá retornar a Sete Lagoas, onde ficará na responsabilidade dos brigadistas florestais da APA de Santa Helena.

Relembre o "voo" feito por Luck, ao morder a mochila do atleta:

Leia mais:
Cãozinho se pendura em parapente durante voo em Sete Lagoas, cai, mas sobrevive; veja o vídeo