GOVERNADOR VALADARES – Cento e vinte e quatro pilotos de voo livre coloriram o céu de Governador Valadares na 1ª etapa do Campeonato Brasileiro de Parapente. As provas começaram nesse domingo (1º), no Pico da Ibituruna, a 1.123 metros de altitude, e vão até o dia 7, valendo pontos para o ranking mundial. Quatro competidores são argentinos.

A largada aconteceu às 12h30. Como a prova foi de triangulação, os pilotos tiveram que ir até Divino Traíra, distrito de Engenheiro Caldas; voltar a Alpercata; sobrevoar a Fazenda Geraldo Farias, em frente ao Pico da Ibituruna; retornar à Alpercata, a dez quilômetros de Valadares.

O percurso deveria ser feito, em média, em duas horas, e quem chegasse primeiro seria o vencedor. O resultado não foi divulgado até o fechamento desta edição.
Segundo o diretor de provas e operador de resgate Deoclécio Rosendo, os melhores pilotos do Brasil participam da disputa. Os cinco mais bem classificados garantem vaga no mundial de 2017, na Itália.

A surpresa deste campeonato é o retorno de nomes consagrados do esporte, que estavam afastados das competições. Dentre eles, o carioca Rafael Saladine, recordista mundial em distância em 2007; e o mineiro Samuel Nascimento, que faturou o Brasileiro de 2010.

FAVORITOS

Dentre os favoritos estão o capixaba Frank Brown (11 vezes campeão brasileiro), o valadarense Moisés Sodré, ou Moca (atual vice-campeão), Samuel Nascimento, o Samuca, (campeão brasileiro em 2011), e Donizete Lemos, o Bigode (recordista mundial de voo a distância).