Para quem ainda não entrou no clima de Carnaval, a tradicional Banda Mole promete arrastar milhares de foliões no próximo sábado (15). A festa completa em 2020 nada menos que 45 anos de folia pela avenida Afonso Pena, entre as ruas Guajajaras e Bahia, no centro.

O evento, que promete arrastar mais de 50 mil pessoas, terá início às 13h. Serão dois trios e um palco. A festa vai até 22h45. Para garantir o conforto e a segurança dos foliões, o espaço contará com centenas de seguranças e brigadistas, além de 120 banheiros químicos e área de alimentação com food trucks.

Artistas mineiros são as grandes atrações deste ano, com destaque para os blocos de rua "Então, Brilha!", "Baianas Ozadas", "Quando Come Se Lambuza", "Funk You", "Swing Safado", "Pacato Cidadão" e "Batuque Coletivo", além de Djs e outras bandas. 

Banda Mole
Banda Mole é o mais tradicional desfile pré-carnavalesco de Belo Horizonte

História
Fundada em 1975 por um grupo do extinto bloco "Leões da Lagoinha", a "República Independente da Banda Mole", teve como principal finalidade resgatar os velhos carnavais com desfiles populares em via pública, que deveriam ter sempre as seguintes características: gratuidade, animação, crítica político-social e liberdade nas fantasias e trajes.

No primeiro desfile, a Banda Mole saiu com aproximadamente cem pessoas animadas por uma banda. Com o passar dos anos, caiu no gosto popular. O desfile cresceu e, em 1995, chegou a levar mais de 100 mil pessoas às ruas com vários trios elétricos embalados por bandas conhecidas, como Araketu.

Com Maiara Brito, sob supervisão de Renato Fonseca