Nove pessoas morreram nas estradas federais que cortam Minas durante o feriadão de Carnaval, segundo balanço divulgado pela Polícia Rodoviária Federal, na tarde desta quinta-feira (7). De acordo com a PRF, é o menor número em dez anos, uma redução de 61%, na comparação com 2017, que teve 23 mortos, e 18% menor do que em 2018, quando a Operação chegou ao fim com 11 pessoas mortas. 

A PRF contabiliza reduções também entre totais de acidentes e feridos. Em 2019, foram 148 colisões, enquanto em 2018 e 2017 foram 175 e 340, respectivamente. Do total de feridos, enquanto 2019 apresentou 193 vítimas, em 2018 este número foi 201 e em 2017 foi 386. 

Já as multas por excesso de velocidade dispararam, foram 8.233. Os agentes também aplicaram outras 1.145 multas por ultrapassagens proibidas.

Ao todo, 6.945 testes do bafômetro foram realizados, o que levou à autuação de 114 pessoas e à prisão de oito. 

A operação começou na sexta-feira (1º) e terminou nessa quarta-feira (6) de Cinzas.

ArteClique na imagem para ampliá-la

* Fonte: PRF

Leia mais:
Câmeras podem ter flagrado morte de jovem na Afonso Pena no Carnaval; corpo é enterrado
Após Carnaval, PBH intensifica distribuição de coquetel contra HIV
Importunação sexual no Carnaval leva 25 para a cadeia em Minas