Casa de comandante de unidade da PM é atacada durante a madrugada

Gabriela Sales
gsales@hojeemdia.com.br
31/10/2017 às 13:28.
Atualizado em 02/11/2021 às 23:28
 (Google Street View)

(Google Street View)

A polícia procura pelos suspeitos do ataque à casa do coronel Giovanni Gomes da Silva, do Comando de Policiamento Especializado da Polícia Militar (CPE). 

O crime foi na madrugada desta terça-feira (31), no bairro Caiçara, na região Noroeste de Belo Horizonte. De acordo com a PM, os suspeitos que estavam em uma motocicleta e em um carro passaram em frente à casa do militar e fizeram vários disparos. Os tiros acertaram o portão, a porta e um carro estacionado na garagem da residência. A corporação contabilizou pelo menos seis disparos.

Procurada pela reportagem do Hoje em Dia, a PM informou que "não há indicativos que qualquer relação com os episódios ocorridos do sistema penitenciário". E esclareceu ainda que levantamentos preliminares já apontam a suposta autoria da ação. "Todos os esforços estão mantidos para o enfrentamento à criminalidade e defesa da sociedade em Minas Gerais, e não seremos tolerantes com nenhuma ação praticada contra encarregados da aplicação da lei", concluiu.

Câmeras de circuito de segurança da residência do militar e de casas vizinhas registraram a ação criminosa. Ninguém ficou ferido.

Novo comando

Na próxima terça-feira (7), o coronel Giovanni Gomes assume a função de chefe-geral do Comando de Policiamento Especializado da Polícia Militar. O Departamento é responsável por coordenar, junto com os comandantes dos batalhões, as atividades dos batalhões BpChoque, Rotam e Bope. E realiza, entre outras funções, intervenções em situações extremas, como ataques a bancos, sequestros e rebeliões em unidades prisionais.

Atualmente, o CPE é comandado pelo coronel Schubert, que passa para a reserva com a entrega do cargo.

Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por