A Casa de Saúde Santa Izabel (CSSI), em Betim, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, referência no tratamento da hanseníase, inaugurou nessa terça-feira (4) uma unidade de cuidados continuados, que vai incluir o atendimento a pacientes graves em reabilitação após infecção pela Covid-19.

A instituição, que pertence à Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais (Fhemig), servirá como retaguarda para a rede de urgência da microrregião, composta por 13 municípios. O novo espaço tem 25 leitos, que serão destinados ao tratamento de sequelas provenientes de algum procedimento clínico, cirúrgico ou traumatológico.

O atendimento será prestado por uma equipe multidisciplinar formada por médicos, assistente social, psicólogo, fisioterapeuta, terapeuta ocupacional, fonoaudiólogo, nutricionista e enfermeiros. Familiares dos pacientes também receberão orientações e encaminhamentos. “Agregamos uma nova linha de cuidado à CSSI, com um espaço confortável e próprio para a reabilitação do paciente, promovendo o giro de leito em uma unidade hospitalar aguda, como a do Hospital Regional de Betim", afirma o diretor da CSSI, Fabrício Giarola Oliveira. 

A gerente assistencial da unidade, Eliane Daniele Teixeira Magalhães, destacou a inauguração da unidade para o Sistema Único de Saúde (SUS). “Receberemos pacientes que estão em internação, em leitos como os de terapia intensiva, que ainda não possuem condições de retornar para casa e precisam de um atendimento com foco na reabilitação. Além de proporcionar um atendimento qualificado e humanizado, a iniciativa contribui para desafogar os leitos da microrregião neste momento de pandemia”, explica.

A “Unidade de Cuidados Continuados” está funcionando por meio de uma parceria entre a prefeitura e a Fhemig.