Um homem e uma mulher foram detidos no final da manhã desta segunda-feira (25) durante um patrulhamento de rotina em Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Segundo a Polícia Militar (PM), o casal seguia em uma motocicleta pela rua São Miguel, no bairro Estaleiro, quando foram parados pela já que a mulher estaria sem capacete.

De acordo com a PM, durante a abordagem os militares constataram que Adriana Rodrigues Esteves, de 25 anos, estaria com uma revólver calibre 38 na cintura. Ela disse aos militares que estava andando armada para sua defesa, já que no domingo (24) sua irmã teria sido baleada. A mulher alegou ainda que o revólver era de seu pai e foi detida por porte ilegal de arma.
 
Já Cristiano Aquino, de 35 anos, conduzia a motocicleta e foi detido por apresentar sinais de embriaguez. Segundo o suspeito, ele teria admitido que bebeu três ou quatro cervejas, mas se recusou a fazer o teste do bafômentro. Ainda conforme a PM, Cristiano também não era habilitado para pilotar motos.
 
O casal foi preso em flagrante e encaminhado para a Delegacia de Plantão da Polícia Civil de Contagem. Além deles, o adolescente de 14 anos, que teria testemunhado tudo, também foi conduzido para prestar esclarecimentos.