Uma mulher, de 23 anos, e um homem, de 20, foram presos no Paraná, na sexta-feira (14), após aplicarem um golpe em um homem que teve o caminhão furtado em Minas. O casal procurou a vítima e exigiu R$ 3 mil para devolução do veículo de carga. A dupla não estava, de fato, de posse do bem. 

O caso contou com o empenho das polícias Civil e Militar de Minas Gerais e do Paraná. Segundo a PCMG, a dupla foi presa em flagrante na cidade de Rolândia (PR) pelo crime de estelionato. O furto foi feito em Fronteira, cidade do Triângulo Mineiro, por autor ainda desconhecido.

Segundo a corporação, a ocorrência teve início na madrugada de sexta, após o furto do caminhão. Na tentativa de localizar o bem perdido, a vítima pediu ajuda nas redes sociais e publicou informações sobre o furto.

Em seguida, a vítima recebeu uma ligação de uma pessoa que afirmou estar com o caminhão e que iria abandoná-lo em um posto de combustível. Para que isso ocorresse, no entanto, seria necessário que a vítima pagasse R$ 3 mil, em dois depósitos bancários - um pela manhã e outro à tarde. 

A vítima realizou o primeiro depósito, mas suspeitou que se tratasse de um golpe e decidiu procurar a Polícia Militar de Fronteira, que contatou a Delegacia de Polícia em Frutal, na mesma região. Diante dos fatos, a polícia formalizou no banco um pedido para acesso aos dados da conta bancária envolvida no golpe.

Com as informações em mãos, as corporações pediram apoio das polícias paranaenses que, prontamente, iniciaram os trabalhos e conseguiram localizar os suspeitos. O valor de R$ 450 foi recuperado.

Segundo a Polícia Civil de Minas, os autores presos já tinham registro de uso da conta bancária para a finalidade de estelionato. As investigações para apurar o furto do caminhão e recuperar o veículo continuam e são coordenadas pela 3ª Delegacia Regional de Polícia Civil (DRPC), em Frutal.