Para celebrar o amor e a união em um ato que também representa defesa dos direitos LGBTI-Q+, 40 casais de Belo Horizonte participam neste domingo (16) da cerimônia batizada de “Casamentaço”. Para tornar o projeto possível, eles contaram com o apoio de empresas e voluntários. Faltando pouco mais de 48 horas para o grande momento, o financiamento coletivo aberto para viabilizar a festa termina neste sábado (15), na plataforma on-line Evoé.

Até o momento foram arrecadados cerca de R$ 18 mil em três etapas que possibilitaram pagar o aluguel do espaço, arcar com custos operacionais e tapete para entrada dos noivos e noivas. Caso o valor alcance R$ 24 mil, será possível contratar iluminação cênica. A última meta é atingir R$ 30 mil para viabilizar, também, mobiliários e arranjos de flores.

“Se superarmos isso, todo o valor restante será direcionado para casais que precisam de apoio financeiro para o casamento civil ou para instituições de apoio à causa”, explica Filipe Costa, de 30 anos, que participa da organização.

Os demais itens, como comida, bebida e cenografia, foram fornecidos por colaboradores. Quem ainda quiser contribuir pode procurar os organizadores. Além disso, os interessados em ajudar e ao mesmo tempo participar como convidado podem comprar ingressos por R$ 150. Restam apenas algumas unidades e o pagamento é feito por transferência bancária.

Organização

Maquiadores, DJs, fotógrafos e até seguranças. Foram cerca de 450 inscritos e 180 selecionados para ajudarem de forma voluntária na organização e realização do casamentaço.

A relações públicas Fernanda Caldeira conta que conheceu o evento pelas redes sociais e decidiu se candidatar, mesmo não conhecendo ninguém que participasse. Ela faz a função de cerimonial desde a semana passada. Por ser o ponto de referência dos casais para dúvidas, sugestões e reclamações ela acabou conhecendo mais cada história e se encantou pela causa.

“É um acontecimento tão lindo e eu não fazia a menor dimensão disso. A gente sorri, chora, festeja, é uma energia que vicia. Com certeza estarei com eles em outros momentos daqui para frente”, contou.

Fernanda gostou tanto da iniciativa que arrastou marido, a filha de 18 anos e uma amiga. No domingo, eles vão ajudar na portaria dos convidados e na organização do bar.

Igualdade

A ideia surgiu tanto pelo cenário político atual quanto por conta de uma consulta pública aberta pelo Senado em novembro sobre a conversão de união estável em casamento entre pessoas de mesmo sexo. A partir disso, foi aberta uma lista para inscrição de casais que têm intenção de protocolar ainda neste ano ou que já oficializaram a união civil no cartório.

“A ideia é fazer disso um ato político para além da cerimônia, falar do direito à cidadania e à diversidade. Para mim, é mais que um apoio, é me sentir parte, contribuir, buscar pelo que eu acredito. Então, não importa se é de graça ou pago”, conta a produtora cultural Sara Cura, que participa da produção geral e coordena as funções operacionais desde o início.

Para ela, a experiência tem sido muito gratificante e a expectativa é a melhor possível. “Será uma grande festa para encerrar o ano com democratização da diversidade, que emplaca o direito à existência, e vai ser lindo porque o que permeia a construção desse evento é o amor”, finaliza.

Festa

A cerimônia vai contar com a presença de um pastor, uma teóloga e um representante de matrizes africanas. O objetivo é fazer do momento um convite à espiritualidade e ao amor, de forma plural. Entre familiares e amigos dos casais, além dos colaboradores, a expectativa é de receber cerca de 700 convidados.

A celebração contará ainda com shows voluntários de artistas famosos, como a cantora Fernanda Takai, que preparou uma banda especialmente para o dia, os músicos Marcelo Veronez e Castello Branco, além do bloco Juventude Bronzeada.

SERVIÇO

Casamentaço - A Central

Como ajudar

Pelo site: https://evoe.cc/casamentacobh

Prazo: até 15/12

Para participar

Convites: R$ 150

Facebook: https://www.facebook.com/events/291079321614922

Instagram: instagram.com/casamentacobh

Contato: (31) 99503-9502 - Filipe Costa