O número de uniões entre pessoas do mesmo sexo subiu 80,86% em Minas Gerais entre 2013 e 2015. A média é maior que a nacional, que registrou aumento de 51,7% no mesmo período. Os dados são das Estatísticas do Registro Civil, que o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou nesta quinta-feira (24).

Conforme a pesquisa, o Estado realizou no ano passado 378 casamentos gays, quase o dobro dos 209 registrados em 2013, quando o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) determinou que cartórios celebrassem casamentos entre homossexuais. Em 2014, Minas oficializou 331 uniões homossexuais.

O estudo mostrou, ainda, que tanto no Brasil quanto em Minas as mulheres são as que mais oficializam casamentos gays. No país, do total de 5.614 casamentos entre pessoas do mesmo sexo, 2.986 foi entre mulheres. A região Sudeste foi a campeã em uniões homossexuais ano passado, com 3.077 registros; o menor número foi verificado no Norte, 230.

Heterosexual

Em 2015, o Brasil teve um total de 1.137.321 casamentos civis. Em Minas, os dados mostram 77,9% das uniões foram realizadas entre solteiros. A idade média dos 'pombinhos' é de 27 anos para mulheres e 29 para os homens.

E diferente dos que muitos imaginam, maio não pode ser considerado os 'mês das noivas'. Segundo o IBGE, dezembro concentra o maior número de uniões tanto para o Brasil (10,8%) quanto para Minas Gerais (11,7%). 

Mineiras estão tendo filhos mais tarde e gravidez na adolescência cai