Caso de jovem que teve barriga aberta e vísceras retiradas em praia de Guarapari é investigado

Raquel Gontijo
raquel.maria@hojeemdia.com.br
31/01/2022 às 17:52.
Atualizado em 01/02/2022 às 00:28
 (Reprodução / Redes Sociais Parque Natural Municipal Morro da Pescaria)

(Reprodução / Redes Sociais Parque Natural Municipal Morro da Pescaria)

A Polícia Civil do Espirito Santo investiga o caso de um jovem que teve a barriga aberta e as vísceras retiradas na Praia do Morro, em Guarapari (ES), um dos destinos mais procurados dos mineiros no verão. O assunto chegou a ser um dos mais comentados nas redes sociais nesta segunda-feira (31).

De acordo com o Corpo de Bombeiros Militar do Espírito Santo, o caso aconteceu na madrugada do dia 15 de janeiro deste ano, mas só ganhou repercussão nesse fim de semana. A corporação informou que, por volta das 4h40, militares foram chamados para socorrer um jovem com um ferimento na barriga, no Parque do Morro da Pescaria, na Praia do Morro.

Segundo os bombeiros, a equipe precisou caminhar cerca de 1 km por uma trilha para encontrar a vítima, que já estava sendo atendida por socorristas do Samu. O jovem apresentava quadro hemorrágico, ferimento na cabeça causado por um objeto robusto e vísceras removidas do abdômen. 

Com apoio de um quadriciclo, o jovem foi retirado do local e conduzido a uma ambulância do Samu, com apoio dos funcionários do parque. Até o momento, não há informações sobre o estado de saúde do rapaz.

A Polícia Civil do Espírito Santo confirmou ao Hoje em Dia que o fato é de conhecimento da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Guarapari, e que já iniciou uma investigação para esclarecer o caso.

Nas redes sociais, informações desencontradas em posts de moradores da cidade dão conta de que a autora do crime seria a namorada do rapaz, que teria desejo de realizar uma cirurgia, e ambos estariam sob efeito de drogas.

No entanto, o órgão informou que, até o momento, não há como afirmar que a namorada do rapaz esteja envolvida no crime. A polícia também não cita informações sobre o uso de narcóticos.

Leia também:
Baccheretti espera pico da pandemia em Minas nesta terça, com quase 50 mil casos em 24h
Veja como fica a volta às aulas em cidades da Região Metropolitana de Belo Horizonte
 

Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por